PENSE VERDE

Os perigos dos microplásticos



Qualquer objeto de plástico não biodegradável, quando jogado na natureza, começa a se desmanchar com o tempo, podendo levar de 50 a 400 anos até a total desintegração. Esse longo período dá origem aos microplásticos, que um dia fizeram parte de algum objeto maior, mas possuem menos de 5 milímetros de comprimento.

Além da própria decomposição do material, sua origem pode ser de produtos cosméticos que possuem esfoliantes, como cremes ou pastas de dentes. Com pequenas dimensões, esses elementos passam pela maioria dos filtros de água, se mantendo no meio ambiente e prejudicando os animais que ali vivem.

O impacto dos microplásticos é grande, pois os animais que vivem na água os ingerem naturalmente; isso gera problemas tanto para eles quanto para nós, que os utilizamos como fonte de alimentação. Tamanho é o reflexo desse problema, que já estão sendo feitos estudos analisando a possibilidade de estarmos respirando microplásticos.

Assim como as sacolas plásticas de supermercados, esses utensílios não vão ser banidos tão cedo da vida cotidiana em grandes cidades. O que algumas campanhas tentam fazer, entre elas a The Last Plastic Straw (o último canudo de plástico), é conscientizar as pessoas sobre as consequências desse uso. Com isso, espera-se que sejam apresentadas soluções mais sustentáveis, que não gerem tantos problemas para o meio ambiente. O nosso planeta agradece.

Fonte: Popular Science
Foto: Greenpeace

Pense Verde - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas